Universidade de Pisa – Departamento de Engenharia da Informação

Universidade de Pisa - Departamento de Engenharia da Informação

O Departamento de Engenharia da Informação é formado por 81 professores e pesquisadores. A ele pertencem também 78 doutorandos, 27 assistentes e numerosos outros colaboradores na pesquisa. As principais áreas de investigação em que o Departamento está envolvido são: os dispositivos, as tecnologias e os sistemas micro e nanoeletrônicos, os sensores e os sistemas microeletromecânicos, a concepção e os testes de circuitos VLSI e de circuitos integrados em radiofrequência e micro-ondas e sistemas incorporados, os sistemas sem fio, as redes de computadores, a engenharia do ‘software’, a inteligência computacional, os sistemas operacionais, a segurança dos dados, os sistemas e as redes de telecomunicação, o sensoriamento remoto, o processamento das imagens e dos sinais, os sistemas de radar, o sensoriamento remoto mediante sensores ópticos hiperespectrais, a propagação dos campos eletromagnéticos e as antenas, a compatibilidade eletromagnética, os equipamentos biomédicos, os tecidos inteligentes, o monitoramento à distância das funções vitais.

Fruto das atividades de pesquisa são os cerca de 400 trabalhos publicados anualmente em revistas especializadas e nas atas de congressos internacionais e as 64 patentes de que são coautores os docentes do Departamento.
A relevância do Departamento é atestada por um balanço com um faturamento estruturado entre os mais altos na Academia e em sua maior parte com recursos provenientes de projetos Europeus e industriais.
Os inúmeros projetos internacionais e nacionais em que o Departamento está envolvido são feitos por meio de uma intensa atividade de pesquisa aplicada e consultoria para empresas como  Microsoft, Intel, StarCore, ST Microelectronics, Selex Sistemi Integrati, Selex Elsag, Selex Galileo, Telecom, Piaggio , Nokia, Marconi, CISCO, etc . e de transferência de tecnologia para pequenas e médias empresas do Território.
O Departamento hospeda: uma unidade do Instituto de Eletrônica e Engenharia de Computação e das Telecomunicações do CNR, uma unidade de Pesquisa do CNIT (Consórcio Nacional Interuniversitário para as Telecomunicações), uma Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento conjunta entre a ST Microelectronics e a Universidade de Pisa e um laboratório comum da Universidade com a CNR, que lida com os sistemas de computação pervasivos (PERLAB).
Nos últimos anos, além da fundação da Cubit, o Departamento promoveu a criação de cinco empresas “spin-off” da Universidade de Pisa: a Witech (instalação e testes de redes e infraestruturas sem fio para empresas e instituições públicas e privadas) e a RTW (c
oncepção e criação de antenas e aparelhos em micro-ondas); a NetResults (redes de telecomunicações), a Ideability (apoios tecnológios para portadores de necessidades especiais) e a Quantavis (sistemas e dispositivos para a automação de casas para a segurança e economia de energia).

Operação / Projeto financiado ao abrigo do POR FESR Toscana 2014-2020